Viagens

PARIS, ARCO DO TRIUNFO, CHAMPS ELYSÉES, VERSAILLES, TORRE EIFFEL …

1 de julho de 2016

Segunda-feira, dia 13, acordamos cedo, tomamos aquele café da manhã que eu mostrei no post passado ( se quiser ver clique AQUI ) , pegamos o metrô e descemos na estação do Arco do Triunfo.

O Arco do Triunfo (em francês Arc de Triomphe) é um monumento,  construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte, em 1806, inaugurado em 1836.

Na sua base, situa-se o Túmulo do soldado desconhecido . O arco fica na praça Charles de Gaulle,  no encontro da avenida Champs-Élysées. Nas extremidades das avenidas encontram-se a Praça da Concórdia e na outra La Defense. O monumento foi concebido por Jean Chalgrin. Ele faz parte do Eixo Histórico, que é uma série de monumentos e grandes vias públicas num percurso que vai desde o pátio do Louvre até o Grande Arco de la Défense.

Caminhamos  em direção a Praça da Concórdia.

Arco do Triunfo

Túmulo do soldado desconhecido

Do Arco do Triunfo, andamos pela maravilhosa avenida Champs Elysées.

Passamos pela Place de L’Alma ( onde Lady Diane morreu), Ponte Alexandre III, Grand e Petit Palais, Place Concorde, Igreja de la Madeleine, R. Saint Honoré , Place Vendôme , L’Opéra Garnier e Galerie Lafaiette.

Avenida Champs-Élysées, ao fundo o Arco

A Chama da Liberdade, que fica acima da entrada do túnel em Paris no qual Diana, Princesa de Gales, sofreu o acidente. Um memorial não oficial.

Ao lado deste memorial esta a Ponte Alexandre III,  uma ponte em arco que atravessa o rio Sena em Paris. A ponte liga o bairro dos Campos Elísios ao do Invalides e Torre Eiffel. É considerada uma das pontes mais ornamentadas e extravagantes de Paris.

A ponte Emanuelle III, ao fundo do lado esquerdo Hôtel des Invalides e lado direito a Torre Eiffel

Grand Palais, construído para albergar a Exposição Universal de 1900. Hoje palco de grandes desfiles da moda e mostra de artes de nomes com Picasso e Velázquez.

L’Opéra Garnier

Igreja de La Madeleine (em francês Église de la Madeleine)

Place Vendôme

Teto maravilhoso da Galerie Lafayette, uma das mais famosas loja de departamento da França. Está é a principal delas.

 

Na terça, dia 14, fomos para o Palácio de Versalhes (em francês: Château de Versailles).

Você tem três opções para ir a Versailles de trem. Depende de onde você está localizado em Paris. Nós estávamos em Saint Germain onde há várias estações de metrô perto. Fomos até a estação de Saint Michel e  pegamos a RER C,  o trem de periferia que circula também no interior da cidade.

O RER C para em duas estações de Versailles, Versailles Chantiers e Versailles Rive Gauche ( a última estação, cuidado para não estar muito afoito e descer na estação errada).

A estação de Versailles mais próxima do castelo é Versailles Rive Gauche. Ai é so descer e caminhar até lá, é muito fácil, porque quase todos que descem do trem vão para o Castelo.

971

Grand Trianon

O passeio pelos jardins do Castelo para ir ao Grand Trianon, Petit Trianon e Casa da Maria Antonieta, pode ser feito com trenzinho ( que é pago). Nós quisemos passear, fizemos tudo a pé. É muito lindo e gostoso, mas esteja preparado para caminhar ( eu estava de tênis).

No meio do passeio há locais para um lanche, inclusive no Petit Palais tem a famosa Casa de chá Angelina, com sua deliciosa eclar de chocolate ( nossa bomba de chocolate) e tantas outras coisas gostosas.

Galeria dos Espelhos (Galerie des Glaces) é uma das principais galerias do Palácio de Versalhes, um dos pontos principais da visita

Depois de conhecer e andar muito pelo Castelo ( com várias paradas para comer algo, inclusive a eclar), fomos embora por volta das 14 horas,  com parada na Torre Eiffel. Finalmente chegar perto do ícone de Paris!

Você pode comprar ingresso pela internet. Site oficial

Mortos depois de tanta caminhada e passeios, acabamos jantamos perto do hotel e fomos dormir. Dia seguinte iríamos para Giverny, Montmartre – Basílica de Sacre Couer e a noite Moulin Rouge.

Vocês vão ver no próximo post.

Beijinhos 

Você também pode gostar

4 Comentários

  • Responder Paris - Giverny, Montmartre, Sacré Couer, Moulin Rouge - Blog Por VC 15 de julho de 2016 de 08:03

    […] ir você poderá contratar o Alex Ayub (veja o contato dele AQUI) que com certeza seu tempo renderá mais ou como nós que fomos de […]

  • Responder Juliana 30 de junho de 2017 de 13:06

    Olá!! Já estou encantada com seus relatos sobre a viagem, pretendo ler todos os posts sobre Paris, mas já gostaria de saber em qual mês visitaram Paris. Pretendo viajar me junho e queria ter ideia de como pode estar o clima e a paisagem. Obrigada

    • Responder Juliana 2 de julho de 2017 de 13:53

      Ops..li os textos. Foi em Abril, não precisa mais responder:)

      • Veridiana
        Responder Veridiana 5 de julho de 2017 de 11:19

        Oi Juliana, ficamos felizes que vc esteja gostando dos nossos posts! Você vai AMAR Paris, é uma cidade encantadora!! Se tiver mais dúvidas fique à vontade para perguntar!
        Beijos

    Faça um comentário